Saiba quem somos e conheça nosso diferencial.



Conheça nosso processo de remanufaturamento

As peças usadas são analisadas por pessoas especializadas. Caso não estejam em condições de remanufatura são encaminhadas para reciclagem. Todos os produtos elegíveis para remanufatura sofrem um processo completo de desmonstagem de seus componentes, avaliação técnica por equipamentos e testes de funcionalidade.

Arla

Elétrica

Catalisador

Conectores

Modulo

Painéis

Polia Eletromagnética

Scanner Automotivo

Sustentabilidade

A palavra “sustentabilidade” está muito presente em nosso cotidiano. Se prestarmos atenção, com certeza a ouviremos empregada nos mais diversos e variados assuntos, sendo, inclusive, que em alguns momentos o seu uso acaba se tornando equivocado ou mesmo banalizado. O conceito de “sustentabilidade ambiental” foi introduzido inicialmente em 1987 pela WCED (World Commission on Environment and Development), uma comissão formada por membros da ONU (Organização das Nações Unidas) com o intuito de unir países em torno do desenvolvimento sustentável.

Hoje, a definição de sustentabilidade pode ser entendida como a manutenção do equilíbrio ao longo do tempo. Ou seja, é a capacidade de conseguir suprir as necessidades humanas atuais, do presente, sem que sejam afetadas as habilidades das gerações futuras de fazer o mesmo, de suprirem as suas próprias necessidades. O conceito está diretamente relacionado aos aspectos sociais, econômicos, ambientais e culturais da sociedade como um todo e, cujo objetivo, é a continuidade do desenvolvimento, todavia sem que sejam minimizados ou esgotados os recursos do planeta.

A eficiência da sustentabilidade está na sua possibilidade de aplicação a qualquer projeto ou empreendimento humano, independente do tamanho e da abrangência dele, visto que, para ser de fato sustentável, um projeto tem de abranger os pilares principais da sustentabilidade, sendo economicamente viável; socialmente justo; ecologicamente correto; culturalmente diversificado.

Vale ressaltar que a ideia de crescimento econômico não pode, de maneira alguma, se contrapor aos pilares da sustentabilidade, de modo que as organizações necessitam, mais do que urgentemente, adotar práticas sustentáveis em todas as suas ações, mantendo políticas responsáveis de administração, buscando por fontes renováveis de produção e promovendo ações que priorizem e protejam a sociedade e o meio ambiente, dentre outras atitudes. A conscientização e a consequente adoção de ações de sustentabilidade propiciará, a médio e longo prazo, a garantia de um planeta com boas condições para a existência e o desenvolvimento das mais diversas formas de vida, inclusive da vida humana.

BUY NOW